SÃO GABRIEL WEATHER
Antonio Villeroy

Antonio Villeroy grava show 'Trilhas sonoras' para gerar álbum ao vivo com temas de novelas, filmes e séries

Nascido em São Gabriel (RS) em 19 de julho de 1961 e profissionalizado como músico e compositor em 1981, Antonio Villeroy acrescenta mais um álbum à série de cinco discos arquitetados pelo artista gaúcho para festejar 60 anos de vida e 40 de carreira.

O sexto título da série é o registro ao vivo do show Trilhas sonoras. Villeroy vai captar áudio e vídeo da apresentação que será transmitida ao vivo do estúdio da produtora Cubo Filmes a partir das 21h da próxima sexta-feira, 29 de outubro, pela plataforma Cubo Play. Um álbum ao vivo será gerado e editado a partir do material gravado.

O projeto existe há quatro anos. Desde que estreou o show Trilhas sonoras em 2017, em Porto Alegre (RS), o artista já tinha intenção de fazer registro fonográfico a partir da gravação do espetáculo.

Como o título Trilhas sonoras já explicita, o show tem roteiro dedicado a temas veiculados em novelas, filmes e peças de teatro. Das 15 músicas selecionadas para o roteiro, doze trazem a assinatura de Villeroy nos créditos das composições.

As três exceções são Bye bye, Brasil (Roberto Menescal e Chico Buarque, 1979), Les moulins de mon coeur (Michel Legrand e Eddy Marnay, 1969) e Tuyo (Rodrigo Amarante, 2015).

Cabe ressaltar que o cancioneiro autoral de Antonio Villeroy está presente em um filme norte-americano, um seriado internacional, sete longas-metragens brasileiros, três curtas nacionais e 18 novelas, além de peças de teatro e de espetáculos de dança.

No show Trilhas sonoras, Villeroy canta e toca parte desse repertório com quarteto formado pelos músicos Lucas Esvael (baixo), Marquinhos Fê (bateria), Michel Dorfman (teclado) e Pedro Tagliani (guitarra).

? Eis as 15 músicas do roteiro do show Trilhas sonoras, de Antonio Villeroy:

1. Além do paraíso (Antonio Villeroy, 2009); 2. Amores possíveis (Antonio Villeroy e João Nabuco, 2001); 3. Aqui (Antonio Villeroy e Ana Carolina, 2006); 4. As quatro direções do céu (Antonio Villeroy, 2015); 5. Bye Bye, Brasil (Roberto Menescal e Chico Buarque, 1979); 6. From ruins of a town (Antonio Villeroy e Fernando Paiva, 1997); 7. Heroína e vilã (Antonio Villeroy, 2009); 8. Les moulins de mon coeur (Michel Legrand e Eddy Marnay, 1969); 9. Nostalgia pasajera (Antonio Villeroy e Descemer Bueno, 2013); 10. Pra rua me levar (Antonio Villeroy e Ana Carolina, 2001); 11. Recomeço (Antonio Villeroy, 2010); 12. Sexo, amor e traição (Antonio Villeroy e Eugenio Dale, 2004); 13. Sinais de fogo (Antonio Villeroy e Ana Carolina, 2003); 14. Tuyo (Rodrigo Amarante, 2015); 15. Garganta (Antonio Villeroy, 1999)

ULTIMAS NOTÍCIAS

Missão

Ser o veículo de integração da comunidade, contribuindo para o seu desenvolvimento com informação precisa, responsável e imparcial..

+55 (55) 3232-9528 | R: Coronel Sezefredo n° 596 -
Centro | CEP: 97300-222 | SÃO GABRIEL | RS | BRASIL