SÃO GABRIEL WEATHER
Comissão de Agricultura

Audiência aponta problemas de infraestrutura para escoamento da safra agrícola

Audiência pública da Comissão de Agricultura, Pecuária, Pesca e Cooperativismo da Assembleia Legislativa, realizada na manhã de sexta-feira (1º/7), na Câmara Municipal de Maçambará, indicou a precariedade da malha rodoviária estadual como o principal gargalo para o escoamento de grãos da região. O encontro, conduzido pela deputada Zilá Breitenbach (PSDB), discutiu as ações governamentais visando a valorização da produção de grãos.

Prefeitos, vereadores e produtores rurais também apontaram problemas como a falta de investimentos para a irrigação, alto preço dos insumos agrícolas e os prejuízos causados pelas estiagens, como entraves ao desenvolvimento do setor rural e econômico regional. O diretor-adjunto do Departamento de Políticas Agrícolas e Desenvolvimento Rural da Secretaria Estadual da Agricultura, Valdomiro Haas, fez uma avaliação conjuntural do setor e apresentou programas e linhas de investimentos do estado à disposição dos produtores rurais.

A deputada Zilá afirmou que o debate quer discutir as ações que visem fortalecer a cadeia produtiva de grãos. Ela avaliou que a estiagem, o valor dos insumos, a comercialização e o preço dos combustíveis estão interferindo no setor agrícola. "Temos que achar soluções", disse. Para a deputada, a apresentação do Plano Safra 2022/23 antecipadamente vai ajudar os produtores rurais, mas salientou que, segundo informações do presidente da Farsul Gedeão Pereira, haverá redução da safra, em função dos problemas. Outro fator destacado pela deputada é a guerra da Ucrânia e seus desdobramentos no preço dos insumos.

Conforme a presidente da Câmara de Vereadores local, Rudiana Dilkin, demandante do debate, a reunião tem o objetivo de expor aos Executivos estadual e federal os problemas regionais dos produtores rurais.

Por sua vez, o representante da Emater no município afirmou que as péssimas condições das estradas da região, especialmente as ERS, 529, 566 e 176, trazem prejuízos para os produtores, diminuindo a margem de lucro das empresas pelo alto custo do frete. Ele destacou que a região tem 50 mil hectares de área plantada com soja, 30 mil com trigo, 3 mil com milho e mantém a criação de 80 mil cabeças de gado.

A melhoria das condições de trafegabilidade nas estradas estaduais foram as demandas apresentadas pelos vereador de Alegrete, Fábio Bocão; do presidente da Câmara de Vereadores de Rosário do Sul, Rogério Ustra e do secretário de Agricultura do município de Maçambara, Nelson Roque dos Santos. Eles também destacaram problemas com a importação de arroz da Argentina, falta de energia para as estruturas de irrigação.

O diretor-adjunto do Departamento de Políticas Agrícolas e Desenvolvimento Rural da Secretaria Estadual da Agricultura, Valdomiro Haas, lamentou redução do volume de grãos produzidos no ano passado, devido à estiagem. Ele calculou as perdas em cerca de 50% do volume total da safra de soja. Haas salientou que o preço dos grãos estão em alta no mercado internacional. O diretor da Secretaria de Agricultura relembrou que no ano passado, o Estado anistiou em 100% os agricultores que integram o programa Troca-troca, como uma das ações para amenizar os prejuízos da seca. Haas fez referência, ainda, ao incremento de recursos nos programas de incentivo à produção de milho, de sementes forrageiras, de armazenamento de água, com o mesmo objetivo.

Também se manifestaram a prefeita de Maçambará, Adriane Schramm, que falou sobre o problema do êxodo de jovens do meio rural; o vereador de Itaqui, Zé Silveira, o representante da União dos Vereadores da Fronteira Oeste, Mario Augusto; o produtor rural, Ronaldo Sanchotene e a vereadora de Itaqui, Susana Almeida.

Participaram da reunião vereadores dos municípios de Maçambará, Itaqui, Barra do Quaraí, Quaraí, Santa Margarida do Sul, São Borja, Vila Nova do Sul; sindicatos rurais da Fronteira Oeste, cerealistas, arrozeiros e produtores rurais.


ULTIMAS NOTÍCIAS

Missão

Ser o veículo de integração da comunidade, contribuindo para o seu desenvolvimento com informação precisa, responsável e imparcial..

+55 (55) 3232-9528 | R: Coronel Sezefredo n° 596 -
Centro | CEP: 97300-222 | SÃO GABRIEL | RS | BRASIL