SÃO GABRIEL WEATHER

GABRIELENSES PARTICIPAM DO "SOS AGRO" EM CACHOEIRA DO SUL.

Na quinta-feira (04/07), o ginásio da Fenarroz, em Cachoeira do Sul, foi cenário de um grande protesto reunindo milhares de produtores rurais e líderes do agronegócio gaúcho, unidos pelo movimento SOS AGRO. A manifestação exifgiu ação imediata do governo federal em resposta aos devastadores danos causados por uma recente catástrofe climática no estado.

Entre os presentes estavam Pedro Brenner, presidente do Sindicato Rural, e José Galdino Dias, presidente da Cooperativa de Lã Tejupá, que destacaram a urgência das medidas necessárias para a recuperação do setor agropecuário.

Pedro Brenner enfatizou a gravidade da situação enfrentada pelos produtores gaúchos: "Estamos lidando com uma crise sem precedentes. As perdas econômicas e humanas são enormes. É crucial que o governo responda prontamente para minimizar os danos e oferecer suporte adequado para a reconstrução", ressaaltou.

José Galdino Dias compartilhou preocupações semelhantes sobre o futuro das propriedades rurais e da economia local: "Nossas cooperativas enfrentam desafios imensos. Precisamos de crédito acessível, prorrogação de dívidas e outras medidas que nos permitam não apenas sobreviver, mas também reconstruir o que foi perdido", frisou.

O deputado federal Luciano Zucco (PL-RS), autor do Projeto de Lei 1536/2024, que propõe o perdão e adiamento das dívidas agropecuárias, também marcou presença no evento. Zucco destacou a gravidade da situação e criticou a demora do governo em implementar medidas efetivas: "A força das águas devastou culturas, rebanhos e infraestruturas. Precisamos de um plano urgente para revitalizar nosso agronegócio, mas até agora só vemos promessas não cumpridas", sinalizou.

PRINCIPAIS PAUTAS

- Prorrogação de dívidas com condições favoráveis, incluindo 15 anos de prazo, dois anos de carência e taxa de juros reduzida; - Crédito facilitado para reconstrução de infraestruturas e capital de giro; - Securitização e anistia de dívidas para aliviar o fardo financeiro dos produtores; - Redução das taxas de juros e prazos de reembolso estendidos para programas como Pronaf e Pronamp; - Anistia das parcelas do Programa Nacional de Crédito Fundiário e do Programa Nacional de Habitação Rural.

A mobilização em Cachoeira do Sul reflete a união e a determinação dos produtores rurais e suas lideranças em buscar soluções urgentes para a crise enfrentada pelo agronegócio gaúcho. Com mais de 5 mil participantes, o protesto sublinhou a necessidade premente de ações efetivas do governo federal para garantir a recuperação das comunidades rurais e a estabilidade econômica do estado.

Os líderes e produtores presentes esperam que suas demandas sejam ouvidas e prontamente atendidas pelo governo, visando não apenas a sobrevivência das famílias rurais, mas também a sustentabilidade futura do agronegócio no Rio Grande do Sul.



GABRIELENSES PARTICIPAM DO Anterior

GABRIELENSES PARTICIPAM DO "SOS AGRO" EM CACHOEIRA DO SUL.

PRAZO PARA DECLARAÇÃO ANUAL DO REBANHO TERMINA NO DIA 31. Próximo

PRAZO PARA DECLARAÇÃO ANUAL DO REBANHO TERMINA NO DIA 31.

Deixe seu comentário